Clínica Ser

Fisioterapia Neurofuncional

Bobath

O que é conceito “neuroevolutivo” Bobath ?

O conceito neuroevolutivo Bobath é uma abordagem terapêutica de reabilitação que prioriza a solução de problemas de controle motor, postura e movimento, através da avaliação e o tratamento das deficiências e limitações funcionais de indivíduos com qualquer tipo de lesão ou agressão do SNC.

O objetivo amplo do tratamento é melhorar a capacidade funcional do indivíduo. Para conseguir este objetivo é necessário dar ênfase à qualidade do movimento, usando o princípio da ciência do movimento. O processo de tratamento incluiu a diminuição gradual da interferência direta do profissional, levando a um aumento da independência.

O conceito neuroevolutivo é um processo interativo entre os indivíduos, os que cuidam dele e os profissionais. A intervenção envolve o processo de manuseio, direto para a aplicação de técnicas de facilitação, com o objetivo de aperfeiçoar a função, incluindo a interação de todos os sistemas. 

O Tratamento  de pacientes com disfunção neuromotora, tem evoluído de maneira drástica nos últimos anos e o enfoque  se modificado, desde um processo de intervenção puramente  a nível das deficiências secundárias (como o tratamento da espasticidade, inibição de reflexos, transfêrencia de peso, contraturas e deformidades,etc.),para o nível de atividade (como andar,comer,vestir,etc.), até as considerações sobre participação(o papel na família,na escola,na comunidade etc),

O significado do  tratamento mudou completamente, passando de um modelo paternalista para um mais realista, onde uma equipe de profissionais de reabilitação, juntamente com o indivíduo, a família e os que cuidam dele,  estabelecem  os objetivos e direcionam o tratamento para o aumento das capacidades funcionais.

Durante muito tempo as intervenções terapêuticas não tinhamsuporte teórico  adequado, o que  se traduzia em um tratamento  sem objetivos concretos e com resultados questionáveis.

Atualmente  nos movemos em direção a “reabilitação  baseada em evidências”, o que significa o uso  das intervenções terapêuticas específicas  para cada individuo, e  uma analise e mensuração cuidadosa dos resultados. A tomada de  decisões   quanto ao tipo de  intervenção  adequada para o individuo, são baseadas  em uma avaliação criteriosa, composta de  observações  clinicas e  aplicação de testes específicos.

As técnicas de intervenção em reabilitação evoluíram  em todas áreas (manejo da espasticidade) ou  seguiram em  direções completamente novas, principalmente com os avanços  da neurociência. As terapias nos dias de hoje  são direcionadas a todos  os sistemas corporais, com ênfase em mudanças funcionais  e  na manutenção das condições fisiológicas  e estruturais, possibilitando  maior participação do individuo.

 

Fisioterapia na Inclusão Educacional

 

O programa de reabilitação deve iniciar-se o mais precocemente possível. A criança, ao nascer, encontra um mundo já existente, ao qual deve adaptar-se. É evidente que essa criança enfrenta maiores desafios para aquisição de suas habilidades (sejam motoras, sociais e até mesmo cognitivas) em virtude das limitações características da patologia, as quais interferem em todo o contexto de seu desenvolvimento. É comum a superproteção dos pais fazendo com que a criança seja excluída das atividades e vivências próprias para a idade.

A criança não precisa de proteção, mas de ferramentas para conduzir-se em um mundo onde diariamente as pessoas enfrentam conflitos e frustrações. Ela precisa ter a possibilidade de viver em um mundo competitivo onde a formação educacional é imprescindível. Assim, para que a escola seja um local com a possibilidade de receber crianças com deficiência física de maneira adequada, os fisioterapeutas devem estar cada vez mais envolvidos na tarefa de favorecer o acesso e a participação das crianças em situações escolares. Pelo fato do objeto de estudo do fisioterapeuta ser o movimento humano e suas alterações, este profissional se torna qualificado na facilitação da inclusão escolar de crianças com deficiência física, objetivando torná-las mais capazes e inseridas na sociedade.

Dentre essas ações no âmbito da educação e saúde, a fisioterapia pode atuar na educação inclusiva, onde o maior desafio é promover a educação voltada à superação das necessidades especiais. A idéia central da fisioterapia é a de que, no ambiente da escola regular, o aluno com necessidades educacionais especiais desenvolva suas potencialidades. Por meio do convívio com a diversidade na escola, as crianças são encorajadas a enfrentar desafios que levam a superação de muitas barreiras, porém para que o processo de inclusão ocorra de fato é necessário um ambiente adaptado às necessidades de cada criança, respeitando suas especificidades.

A reabilitação é o desenvolvimento completo do potencial físico, psicológico, social, profissional, não-profissional e educacional de um indivíduo, dentro de seu comprometimento fisiológico ou anatômico, levando em conta limitações ambientais. Dessa forma a reabilitação tem como objetivo não somente capacitar as pessoas com deficiência para se adequarem ao seu ambiente, mas também procura intervir na comunidade, família e sociedade.

Porém, para que o processo de inclusão ocorra de fato, além da participação dos fisioterapeutas e dos professores, é imprescindível o envolvimento dos pais. Os pais devem ser elementos ativos neste processo, pois é a partir das suas atitudes que a criança sente-se aceita e acolhida, facilitando a adaptação e permanência na escola.

 

Como isso acontece?

 

Após a criança iniciar o tratamento de reabilitação, através de uma avaliação minuciosa juntamente com uma entrevista aos pais levantando as principais barreiras arquitetônicas, o fisioterapeuta é capaz de visitar a escola (creche ou qualquer outro local onde a criança permaneça) fornecendo as informações necessárias bem como solucionando dúvidas dos cuidadores no local. Orientações aos professores quanto aos tipos de deficiência, posicionamento adequado, uso de tecnologia assistiva, eliminação de barreiras arquitetônicas e manuseios.

 

O objetivo principal é poder contribuir no processo de desenvolvimento das potencialidades desta criança no ambiente escolar.

Facebook Clínica Ser Clínica Ser de Reabilitação
Rua Cel Bernardo Grubba, 62
Jaraguá do Sul - SC, 89251-090, Brasil
(0xx)47 3371-6022
Clínica Ser de Fisioterapia
Rua Bertha Weege, 540 - Barra do Rio Cerro
Jaraguá do Sul - SC, 89260-500, Brasil
(0xx)47 3273-1735
DinâmicaMI